Blog
Lojas Donna 23 de novembro de 2020

Como escolher cortinas para porta de vidro?

Portas de vidro tornam o ambiente amplo, elegante e, dependendo do local em que estão instaladas, garantem uma vista bonita. Mas, também contam com um inconveniente: aumentam a luminosidade no cômodo e comprometem a privacidade.

No entanto, há uma forma simples de contornar esses problemas, é só investir em cortinas para sala. Aqui, indicamos como escolher cortinas para porta de vidro, para cortar a luminosidade e ter maior privacidade. Confira!

cortina para porta de vidro

Tipos de cortinas para porta de vidro

Existem dois tipos de cortina para porta de vidro que conseguem bloquear a luminosidade e dar maior privacidade para o ambiente. Abaixo, apresentamos quais são eles:

 

  1. Cortinas para porta de vidro de tecido

Trata-se das cortinas para varão ou trilho, peças que dão sofisticação para a decoração. Há uma ampla variedade de peças, desde as lisas até as estampadas, atendendo diferentes gostos e estilos decorativos.

As cortinas de tecido contam com o diferencial de reduzir expressivamente a luminosidade, de acordo com o material escolhido. Dependendo do tamanho do cômodo, dá para investir em opções com abertura e fechamento automatizado.

 

  1. Cortinas persianas para porta de vidro

Versão clássica que pode ser encontrada confeccionada em materiais como o alumínio, PVC, bambu, entre outros. É uma opção para quem deseja uma cortina diferenciada e com abertura vertical.

Há, inclusive, versões automatizadas que facilitam a abertura e fechamento das persianas, alternativas que são as mais indicadas para cômodos grandes porque possibilitam manusear a peça com maior facilidade, sem perder tempo.

 

Cortinas para porta de vidro: como escolher a perfeita?

Existe uma vasta variedade de cortina para porta de vidro da sala, o que pode causar dúvida no momento da compra, sem saber ao certo qual escolher. Mas, é possível descomplicar essa tarefa seguindo dicas especiais.

Uma delas é dar preferência para cortinas confeccionadas com tecido grosso, o que possibilitará bloquear a luminosidade natural e a visão, assegurando maior privacidade, sem que pessoas do lado externo consigam enxergar o que se passa internamente.

As cortinas blecaute são excelentes exemplos de peças com esse poder de bloqueio, bem como as que são confeccionadas com linho, sarja, veludo, entre outros tecidos mais robustos e resistentes.

Além disso, prefira cortinas grandes, que cubram completamente a porta de vidro, desde o teto até o piso. A peça deve tocar sutilmente o chão, para dar elegância para a decoração.

Se preferir que a cortina fique franzida, considere comprar uma com sobra de tecido. Por exemplo, se a porta for ampla e tiver cinco metros de comprimento, adquira uma peça que tenha a partir de sete metros de comprimento, para poder franzi-la.

A última dica, mas não menos importante, é considerar o tamanho do cômodo. Se for pequeno, uma cortina com tecido menos volumoso ajuda a não perder espaço / área útil, dando um toque clean e minimalista para a decoração.

Agora, se espaço não for problema, não há restrições quanto ao volume da cortina. É possível escolher, até mesmo, persianas grossas ou fazer sobreposições de cortinas com mais de um tecido.