Blog
Lojas Donna 18 de março de 2022

Como escolher um jogo de cama infantil: 3 dicas para não errar

Na hora de escolher o jogo de cama ideal para o quarto dos pequenos, você precisa pensar em outras coisas além de temas e personagens.

Afinal, eles precisam de um espaço divertido para brincar – mas também confortável para descansar, claro!

Veja nossas 3 dicas para não errar na escolha do jogo de cama infantil!

 

1. Priorize tamanho, conforto e qualidade

Por mais divertido que seja um jogo de cama de super-herói, se a criança não se sentir confortável, ele não serve, não é mesmo? Portanto, comece priorizando três critérios:

  • Tamanho: na infância, diferentes faixas etárias exigem diferentes medidas de cama — kids, solteiro ou solteiro king, por exemplo. Isso é importante para você adquirir um jogo na medida ideal do móvel, ou seja, que não fique nem pequeno nem grande demais para a cama.
  • Conforto: você pode ter uma noção do quanto um jogo de cama é confortável a partir do número de fios (180, 200, 300). Quanto maior esse número, mais agradável e macio é o toque. Lençóis de algodão também tendem a ser mais confortáveis, assim como os de microfibra, material que é isolante térmico.
  • Qualidade: lembre-se de que a criança não vai apenas dormir, mas também brincar e pular em cima da cama. Portanto, considere investir um pouco mais na qualidade do tecido para manter o jogo de cama conservado.

 

2. Faça uma composição com o tema ou o personagem

Tudo bem que no quarto da criança a imaginação pode (e deve) ir longe, mas definir um caminho para a decoração também é uma forma de manter o espaço organizado. Por isso, ao escolher o jogo de cama infantil, você tem duas alternativas: temas (bailarina, animais, nuvens, planetas) ou personagens (Homem-Aranha, Vingadores, Princesas, Toy Story).

Se a criança já tem brinquedos que combinem com essas opções, você pode escolher um jogo de cama similar para fazer uma composição e reforçar a atmosfera do ambiente. Imagine só um jogo de cama de dinossauros com um tiranossauro na cabeceira!

 

3. Inclua o pequeno na escolha do jogo de cama

Surpreender a criança pode ser uma boa, mas e se ela pudesse decorar o seu próprio quarto? E isso não significa permissividade, não! Ao incluir o pequeno ou a pequena no processo, você cria um ambiente de segurança e aprendizado que os incentiva a tomarem suas próprias decisões durante toda a vida. Além, é claro, de não errar na escolha!

Uma boa maneira de colocar isso em prática é filtrar algumas opções com base nos critérios da primeira dica – conforto, tamanho e qualidade – e, a partir disso, ajudar a criança a escolher o jogo de cama de que ela mais gosta, sempre orientando.

 

Que tal fazer isso agora mesmo? No site da Lojas Donna, você encontra uma categoria exclusiva com opções de Jogo de Cama Kids para todos os gostos e idades!